ORAÇÃO PESSOAL – Essencial à vida do cristão, trata-se como o ar que respiramos. O ser humano, em geral, gosta de orar, comunicar a Deus a própria vida, os sentimentos, os problemas, as dificuldades, as conquistas e as perdas. Jesus nos ensina a orar articulando nossa própria vida com o plano de Deus, enriquecendo o diálogo e conferindo um significado mais profundo e dinâmico à nossa oração. Assim, a oração de Jesus, que acontece integrando a vida com a Bíblia (plano de Deus), torna-se a principal fonte de inspiração para a nossa oração. A Sagrada Escritura é também um caminho de oração para nós, pois recolhe a história humana iluminada pelo amor de Deus. Eis a proposta da Igreja: a “Lectio Divina” (Leitura Orante da Bíblia). Os salmos e, principalmente, o Evangelho (o texto de cada dia) acompanham e inspiram nossa oração quotidiana: escuta da proposta amorosa de Deus e resposta humana compromissada com o projeto de Deus para a humanidade, concretizada na minha história pessoal e comunitária.

ORAÇÃO COMUNITÁRIA – A fé é pessoal e comunitária. É assim também com a oração. A oração comunitária enriquece a individual e vice-versa. Inspira-se na Oração da Igreja (“Lectio Divina”) que tem sua fonte na Sagrada Escritura, apresentada pedagogicamente por meio da Liturgia Diária (Liturgia das Horas e Eucaristia). Quando um grupo de fé se reúne para orar juntos, aprofundar no conhecimento da mensagem cristã e partilhar a vida e a missão, a Palavra está presente iluminando a história. Precisa-se de uma pedagogia apropriada para integrar a história humana com o projeto divino, conduzindo a comunidade de fé ao compromisso cristão em favor do Reino de Deus.

No colégio Ibituruna, acontece a celebração da Eucaristia, aos domingos, às 10h, respondendo ao Projeto Pastoral na linha de constituir uma comunidade cristã escolápia no âmbito do colégio. Além das pessoas que há tempo participam dessa celebração, a Equipe Pastoral convida os educadores, alunos e famílias nessa perspectiva comunitária.

Com os educadores, celebra-se a Eucaristia em dias sinalados: no tempo pascal, em dia de semana. Outras datas especiais (dia do professor, das mães, dos pais, da mulher) celebram-se na eucaristia dominical. Com os alunos, celebram-se nos tempos litúrgicos mais fortes (Natal e Páscoa) liturgias ecumênicas (da Palavra), em horário do Ensino Religioso.

Espiritualidade